jusbrasil.com.br
9 de Dezembro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Maranhão TJ-MA - Apelação Cível : AC 0000122-77.2017.8.10.0126 MA 0078572019

há 2 anos
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
QUINTA CÂMARA CÍVEL
Publicação
27/06/2019 00:00:00
Julgamento
17 de Junho de 2019
Relator
RICARDO TADEU BUGARIN DUAILIBE
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-MA_AC_00001227720178100126_3476c.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CÍVEL. ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. SERVIDORAMUNICIPAL. AGENTE COMUNITÁRIA DE SAÚDE. AUSÊNCIA DE REGULAMENTAÇÃO.

1. Não pode o Poder Judiciário imiscuir-se em função eminentemente legislativa e estabelecer, sem qualquer embasamento, os valores que deveriam ser pagos a título de adicional de insalubridade dos servidores municipais, considerando ser de competência exclusiva do Ente Municipal a regulamentação da matéria.
2. Em que pese restar devidamente caracterizada a situação ensejadora do recebimento do adicional de insalubridade, a ausência de regulamentação específica da matéria impede a sua concessão.
3. Não obstante a previsão no Regimento Interno dos Servidores Municipais de que é possível a aplicação da legislação federal trabalhista específica, para fins de concessão do adicional requerido, tal fato não se revela hábil para afastar a necessidade de regulamentação específica no âmbito local.
4. Apelação conhecida e improvida.

Decisão

UNANIMEMENTE A QUINTA CÂMARA CÍVEL ISOLADA CONHECEU E NEGOU PROVIMENTO AO PRESENTE RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO DESEMBARGADOR RELATOR.
Disponível em: https://tj-ma.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/729264459/apelacao-civel-ac-1227720178100126-ma-0078572019

Informações relacionadas

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 7 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL : REsp 5001312-42.2013.4.04.7106 RS 2014/0290215-4